sexta-feira, 24 de agosto de 2012

A nobreza de um Soldado - Carta de Moniz Barreto

Paz seja com todos!
Sejamos todos meus amados, pela paz, sem esquecer que muitas vezes esta se estabelece após uma guerra. Necessário se faz, que nobres homens lutem para que um caos não se instale. A estes nobres guerreiros que lutam pela preservação da paz, trago as felicitações pelo vosso dia, que Deus os abençoe sempre. Parabéns soldados das Forças Armadas e de nossa briosa Policia Militar.

Trecho da carta escrita pelo jornalista português Moniz Barreto, em 1893 ao Rei de Portugal que descreve bem a vida de um soldado:

"Senhor, umas casas existem, no vosso reino onde homens vivem em comum, comendo do mesmo alimento, dormindo em leitos iguais. De manhã, a um toque de corneta, se levantam para obedecer. De noite, a outro toque de corneta, se deitam obedecendo. Da vontade fizeram renúncia como da vida.

Seu nome é sacrifício. Por ofício desprezam a morte e o sofrimento físico. Seus pecados mesmo são generosos, facilmente esplêndidos. A beleza de suas ações é tão grande que os poetas não se cansam de a celebrar. Quando eles passam juntos, fazendo barulho, os corações mais cansados sentem estremecer alguma coisa dentro de si. A gente conhece-os por militares...

Corações mesquinhos lançam-lhes em rosto o pão que comem; como se os cobres do pré pudessem pagar a liberdade e a vida. Publicistas de vista curta acham-nos caros demais, como se alguma coisa houvesse mais cara que a servidão.

Eles, porém, calados, continuam guardando a Nação do estrangeiro e de si mesma. Pelo preço de sua sujeição, eles compram a liberdade para todos e os defendem da invasão estranha e do jugo das paixões. Se a força das coisas os impede agora de fazer em rigor tudo isto, algum dia o fizeram, algum dia o farão. E, desde hoje, é como se o fizessem.

Porque, por definição, o homem da guerra é nobre. E quando ele se põe em marcha, à sua esquerda vai coragem, e à sua direita a disciplina".

Um comentário:

Edu disse...

Parabéns pelo texto prezado blogueiro.

O homem da guerra é nobre, por uma causa justa é preciso coragem , disciplina, "ordem.
Sim.
Sejamos todos pela paz sem esquecer que temos uma luta às vezes "uma guerra" para alcançarmos a paz desejada .
Gostei imenso da sua postagem. Muito sábia.
Amigo, se quiseres conhecer meu Blog, agradeço, pois estou buscando seguidores. Eu sou novo na Blogosfera.
Abraços.
Edu

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
O trabalho Na Jornada pela Vida de Marcus Bittencourt foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em www.marcusbittencourt.com.