quarta-feira, 28 de novembro de 2012

A historia de uma amiga - Luto

"Diga lá meu coração
conte as historias das pessoas
nas estradas desta vida..."

Era nosso primeiro dia de aula. Como de costume, um dos nossos mestres pediu para que nos apresentássemos com nome, o que fazíamos e o que nos motivou a fazer o curso.
Assim, cada um pronunciou conforme o orientado e ficamos todos a nos observarmos de forma natural, por sermos até então simples desconhecidos. Lá estava ela, em meio a pessoas de variadas idades, sendo em sua maioria bastante jovem e iniciante da vida em busca de realizações. Chamou-nos a atenção, por ser esta  uma jovem cinquentenária e ainda com disposição a dedicar-se aos estudos, foi quando apresentou-se e contou-nos sua historia. Havia realizado a prova de ingresso como forma de incentivar um familiar, sendo aprovada e agora disposta a dar continuidade ao que começou.
Sua serenidade, vivência e ternura eram marcas singulares que tornavam impossível alguém não amá-la. Assim, seguimos por todo o primeiro semestre, vencendo nossas dificuldades.Uma destas, venci ao formar dupla com ela numa das provas que fizemos. Seguimos com os doces momentos em sala e visitas técnicas. Seguimos cada um com suas experiências em particular. Seguimos até aqui, e fomos surpreendidos porque teve que nos deixar.
Mas sua historia na verdade, é bem  mais do que possa ser escrito, minha gratidão a Deus é por tê-la conhecido e de algum modo ter feito parte dela. Vai deixar saudades em todos nós, Luzia Silva.

Imagens: Google images

Um comentário:

Iza Silva disse...

Linda a história. Retrata exatamente a pessoa que ela foi. Tenho certeza que no céu ela continuará sorrindo e semeando alegria. Ela cumpriu o seu papel aqui na terra com muita dedicação, garra, amor e sentimentos puros. Era impossível não gostar dela. Minha Mãe, cumpriu perfeitamente a sua missão nessa passagem aqui na terra e agora descansará em paz. Lembrarei dela sempre, mesmo com toda essa dor da perda; lembrarei sempre com um sorriso no rosto, palavras de conforto, e como ela amava simplesmente por amar. E, eu a amarei eternamente! Faz muita falta escutar a voz doce e serena dela, o aconchego dela...minha mãe(Mainha) faz muita falta. Tenho certeza que não só para mim, mas a todos que a conheceram.

Luiza Nascimento

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
O trabalho Na Jornada pela Vida de Marcus Bittencourt foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em www.marcusbittencourt.com.