sexta-feira, 12 de junho de 2015

Foi assim - Para Aline Bittencourt

Li o poema escrito por um amigo e atordoado fiquei. Apreciei em especial o verso; "Se dois lábios não podem se beijar, duas vidas enamoram-se pelo olhar". Por meio dele acabara de descobrir o que estava acontecendo comigo. Porque foi assim que tudo começou entre a gente.

Foi em uma igreja simples, num ambiente de muita agradabilidade no qual o amor em suas muitas formas se fazia presente que tudo aconteceu. Nos conhecemos diante de Deus que dentro de pouco tempo nos uniu e meio que tímidos demos os primeiros passos de nossa caminhada, dos quais ainda lembro com precisão os detalhes de uma música escrita acompanhada por um cd, do primeiro beijo, da timidez exposta nas mãos suadas, de uma certa borboletinha e das pelúcias, dos sorrisos, daquelas cartas, da companhia de nossos amigos caninos e do nosso saudoso cantinho do amor. Tudo na mais bela pureza de duas pessoas que estavam apenas se conhecendo.

E Nossa caminhada prosseguiu. Já não dáriamos um passo de nossas vidas sem o outro, por isso as alianças expressaram em frente ao mar e tendo acima de nós o céu que nos protege, o desejo de que fosse assim para sempre.

Até que enfim, chegou o dia em que de forma simples, como tudo em nossas vidas sempre foi cheio de singeleza e beleza sem par, com o céu e a terra por testemunhas, dissemos definitivamente sim.

E foi assim, que fiz você minha esposa, a namorada de ontem, hoje e sempre.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Licença Creative Commons
O trabalho Na Jornada pela Vida de Marcus Bittencourt foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em www.marcusbittencourt.com.